Parque Nacional da Argentina investe em melhorias nas Cataratas

2017-08-16T21:04:39+00:00 9 agosto, 2017|

Obras devem começar dentro de dois meses; Atrativo do país vizinho já recebeu mais de 1 milhão de visitantes.

Depois de trocar a locomotiva, antes movida a gás e agora totalmente elétrica, o Parque Nacional Iguazú, na Argentina, receberá um investimento de 100 milhões de pesos (cerca de R$ 20 milhões) para melhorias na infraestrutura de visitação às Cataratas.

As obras vão começar dentro de dois meses, informou o titular da Iguazú Argentina, Roberto Enríquez, conforme matéria publicada no La Voz de Cataratas. Na Garganta do Diabo, o mirante será ampliado para triplicar sua capacidade. Já a linha de trem que leva até lá será duplicada, para ampliar a capacidade de transporte e aumentar a segurança. Haverá ainda novos sanitários nos pontos de parada.

Uma nova estação de trem será construída onde era o hotel Cataratas. Com isso, passará a haver uma parada para cada um dos circuitos de visitação do Parque Nacional Iguazú. De janeiro até julho, o parque já recebeu mais de 1 milhão de turistas, e a expectativa é de recorde este ano.

Trem ecológico

O trenzinho que faz o trajeto de 3,7 km entre a estação central e a Garganta do Diabo, no Parque Nacional Iguazú, na Argentina, ganha nova locomotiva. A atual, movida a GLP (gás liquefeito de petróleo), será substituída por outra 100% elétrica. E, portanto, totalmente adequada para uma unidade de conservação.

O Trem da Selva foi desenhado e construído para o deslocamento dos turistas na Área Cataratas do Parque Nacional Iguaçu. É movido a gás natural e seu trajeto se converteu em um dos passeios mais atraentes do Parque. Foi especialmente importado da Inglaterra, desenhado pela empresa Alan Keef Ltd. http://www.alankeef.co.uk , uma companhia especialista em trens de passeio, que construiu máquinas para Parques da Ásia e Europa.

Com informações do site Não Viu

Foto: Nilton Rolin

Deixe seu Comentário